Compartilhar

Casamento na igreja católica: quais as etapas e como organizar

Jornadas da Vida - Casei Seguro Por Jornadas da Vida – Casei Seguro
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 4 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 12/03/2024 | Atualizado em 09/01/2024

Compartilhar

Como funciona o casamento na igreja católica? Você tem planos de formalizar, perante Deus e a comunidade, a sua união? Saiba que existem procedimentos específicos a serem realizados, documentos e pagamento de taxas, além de outros pormenores que, se não observados, podem inviabilizar esse passo tão importante.

Para tirar suas dúvidas, preparamos este conteúdo, em que explicamos melhor esses detalhes sobre o casamento católico. Você vai entender os requisitos, passos e o que fazer para tornar esse momento único na sua vida e do seu futuro cônjuge. Boa leitura!

Quais os requisitos para o casamento na igreja católica

Um dos pontos mais importantes para ter em mente é o planejamento antecipado do casamento, algo em torno de três meses.

Nesse sentido, é essencial que o casal tenha se batizado, feito a primeira comunhão e a crisma anteriormente na igreja católica.

Assim como o matrimônio, eles são sacramentos, funcionando como principais requisitos para que a união perante Deus seja feita.

Os documentos que precisam ser apresentados na igreja, além da certidão de batismo, são:

  • ato de confirmação;
  • certidão de nascimento;
  • se o casamento civil já ocorreu, apresentar a ata correspondente;
  • apresentação de casamento, que requer quatro testemunhas;
  • quatro fotografias 3×4 do casal;
  • curso de noivos;
  • carta de compromisso moral, um documento que só vai ser necessário se o casal ou um dos futuros cônjuges for estrangeiro, ou de outra religião.

Quais os passos para o casamento na igreja católica

Casamento na igreja católica: quais as etapas e como organizar

Como dito, a antecedência é uma das primeiras coisas a fazer para se conseguir uma data para o casamento. Além disso, existem vários outros procedimentos, relacionados ao som do ambiente, iluminação, fotografia e música para casamento católico.

A recomendação é procurar uma igreja com mais ou menos um ano de antecedência. Dessa forma, fica até mais fácil proceder em relação ao pagamento do valor estipulado.

Normalmente, 50% do valor é pago para assegurar o dia e a outra metade quando estiver mais próximo do casamento.

Outros dois procedimentos que merecem destaque são a conversa com o sacerdote e as proclamas. O primeiro pode ser considerado uma espécie de “entrevista”, em que o padre vai fazer perguntas sobre a fé do casal, na intenção de saber se, de fato, aquela união é espontânea e movida por amor.

O segundo são editais que informam à comunidade que uma nova união matrimonial vai ocorrer em breve. O objetivo é verificar se não há nenhuma objeção por parte das outras pessoas para que o casamento possa, de fato, acontecer.

Como organizar casamento na igreja católica

Além da parte financeira, é de suma importância que o casal esteja a par de todos os rituais que envolvem o casamento católico. Por exemplo, é preciso haver os ensaios antes da cerimônia, para que tudo ocorra dentro do planejado e não haja nenhum “atropelamento”.

Dito isso, é preciso escolher bem os padrinhos, para que compareçam a esses ensaios e o dia mais importante da vida do futuro casal seja inesquecível. Se você pretende fazer um casamento sem festa, o gasto será menor, mas isso não implica, necessariamente, em menos planejamento!

Entendeu como funciona o casamento na igreja católica? Vimos neste texto que a antecedência deve ser de aproximadamente um ano, exigindo alguns documentos gerais e específicos, conversa com o padre e publicação de informes avisando que uma união matrimonial está prestes a acontecer!

Gostou do conteúdo? Aproveite e baixe nosso e-book gratuito com os 10 passos para a organização do casamento!