Compartilhar

Terapia financeira: o que é e quando é indicada

Jornadas da Vida - Casei Seguro Por Jornadas da Vida – Casei Seguro
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 6 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 12/06/2023 | Atualizado em 12/06/2023

Compartilhar

A dificuldade com dinheiro é algo bem comum entre as pessoas. São diversos os motivos pelos quais alguém pode não ter familiaridade ou segurança para lidar com questões financeiras, mas isso pode ser um problema para a gestão das economias pessoais e da casa. Nesse sentido, fazer terapia financeira pode ajudar.

Por exemplo, por meio dela, é possível entender quais são as formas de utilizar os recursos disponíveis para aumentar a segurança da família toda, além de ter mais sabedoria na forma de alocar o dinheiro. É possível, ainda, contar com suporte emocional.

Quer saber mais sobre o conceito de terapia financeira e os benefícios que ela pode trazer? Continue a leitura que explicamos para você!

O que é terapia financeira?

Se você tem dificuldades em manter as finanças em dia, a terapia financeira pode ser uma alternativa interessante. Por meio dela, é possível ter suporte para melhorar a gestão do dinheiro e manter a independência financeira. O processo envolve diferentes abordagens, como meditação, coaching financeiro e outras.

Para conseguir oferecer esse serviço, os educadores financeiros fazem cursos em que aprendem a auxiliar as pessoas a entender os seus sentimentos com relação aos aspectos financeiros. O tipo de atendimento e o número de sessões dependem das demandas e necessidades de cada indivíduo.

O objetivo desse tipo de terapia é ajudar as pessoas a desenvolver maior consciência e lidar melhor com o dinheiro, além de lidar com aspectos emocionais.

A ideia é ajudar quem tem dificuldades com questões relativas a dinheiro a tomar decisões inteligentes em termos financeiros. Além disso, essa terapia pode ajudar a evitar que o estresse esteja sempre presente quando a pessoa tenha de tratar das finanças.

Para quem é a terapia financeira?

terapia financeira

Esse tipo de prática é ideal para quem tem problemas na hora de gerenciar o dinheiro. Ela pode ser uma fonte importante de aprendizado sobre educação financeira, ajudando a lidar com dívidas, desorganização, falta de planejamento e outros aspectos que podem impactar a saúde das finanças.

Ela também é indicada para as pessoas que estão em uma situação de crise financeira, pois pode auxiliar no entendimento das causas e nas melhores formas de lidar com essa situação. Assim, vale procurar um profissional capacitado para solicitar suporte.

Como funciona a terapia financeira?

A terapia financeira funciona por meio de um diálogo sobre a área financeira. Nesse sentido, o especialista escuta a pessoa sobre quais são as principais dificuldades que ele está enfrentando e faz a análise de caso.

Com o entendimento sobre a situação, pode orientar com relação a quais medidas adotar para melhorar a qualidade no gerenciamento do dinheiro, sair das dívidas, alcançar objetivos financeiros, reduzir riscos e muito mais.

Além disso, o profissional dessa área pode indicar ferramentas e ajudar no desenvolvimento de habilidades importantes para manter o controle financeiro, como o conceito de orçamento, fluxo de caixa, hábitos saudáveis e outros.

Quais são os benefícios da terapia financeira?

Agora que você já sabe o que é e como funciona a terapia financeira, que tal entender quais são suas principais vantagens? Continue a leitura e confira!

Ajuda no desenvolvimento de habilidades importantes

Por meio da terapia financeira, é possível entender quais são as melhores ferramentas para melhorar a gestão financeira. Assim, é possível ter mais tranquilidade na hora de manter as contas em dia e destinar dinheiro para aumentar a segurança financeira hoje e no futuro.

Como boas habilidades, pode-se destacar o melhor entendimento da questão orçamentária, a possibilidade de utilizar boas técnicas para realizar o planejamento, melhorar o controle de gastos, etc.

Auxilia na criação de metas financeiras

Ter objetivos financeiros é fundamental para melhorar a sua qualidade de vida. Por exemplo, se você tem dívidas, é importante quitá-las para conseguir ter mais tranquilidade e evitar pagar juros.

Nesse sentido, o terapeuta financeiro vai ajudar a entender a realidade na qual você está para criar metas que sejam adequadas a ela. Se for o caso, também há a orientação sobre investimento em opções que ajudem na melhoria da condição financeira.

Oferece suporte emocional

Esse é mais um benefício importante trazido pela terapia financeira. Em algumas ocasiões, a dificuldade emocional gerada pelas questões financeiras pode trazer diversos malefícios para outras áreas da vida.

Ao encontrar um bom profissional, é possível ter o suporte necessário para entender a situação por que se está passando e trabalhar emoções relacionadas ao dinheiro, sabendo como lidar melhor com ele.

Ajuda a estabelecer padrões saudáveis

Adotar bons hábitos financeiros é essencial para uma boa saúde financeira. Por meio da terapia financeira, é possível estabelecer padrões saudáveis para lidar com o dinheiro e evitar dívidas e dificuldades.

Assim, a terapia pode auxiliar na desconstrução de hábitos que afetem negativamente o bom uso do dinheiro, como excesso de uso do cartão de crédito, gastos sem planejamento ou pesquisa de preços, entre outros. Também ajuda a adquirir bons hábitos, como economizar, buscar promoções, registrar os gastos, etc.

Como começar a estudar finanças?

Para melhorar ainda mais sua saúde financeira, vale se dedicar à compreensão dessa área tão relevante. Para isso, existem diversas boas práticas que você pode adotar que vão ajudar nesse sentido. Continue a leitura e veja algumas dicas que preparamos.

Domine os conceitos básicos

Entender quais são os principais conceitos de finanças é essencial para melhorar sua gestão. Nesse sentido, é importante entender o que são investimentos, seguros, controle financeiro, orçamento e reserva de emergência, por exemplo.

Há diversos outros aspectos que podem ser aprendidos por meio de livros, posts em blogs e vídeos no YouTube. Para isso, vale separar um tempo semanal para aprofundar os seus conhecimentos e melhorar sua relação com o dinheiro.

Aplique os conhecimentos no dia a dia

A melhor forma de aprender é com a prática. Nesse sentido, ao ver novos conceitos nos livros ou outros materiais, tente aplicá-los no seu cotidiano. Por exemplo, você pode criar uma planilha de gastos para controlar o seu orçamento.

Pode pesquisar um seguro de vida como parte do planejamento financeiro, pode buscar investimentos e outras formas de guardar dinheiro. Essas são apenas algumas das opções.

Cuidar da saúde financeira requer comprometimento, mas é algo essencial para uma boa qualidade de vida e segurança no futuro, por isso, vale a pena se dedicar. Caso perceba dificuldades em lidar com essa área da vida, contar com a terapia financeira é uma excelente alternativa. Procure profissionais capacitados que possam ajudar.

Quer continuar melhorando a gestão das finanças? Então, inscreva-se na nossa newsletter para não perder nenhuma novidade!